Manfrinópolis / Segurança - 15 de Fevereiro de 2017 - 15h57

​Policia apreende R$ 2.700 em dinheiro falso

Foto: Douglas Kichel/Rádio Clube de Realeza

Dinheiro pode ser o que esta sendo “vendido” pela internet.

Em menos de uma semana a policia militar do Paraná, prendeu e apreendeu dois elementos que adquiriam mercadorias com notas de R$ 100 falsas

Nesta terça feira 14, policiais de Salgado Filho, foram informados de que ocupantes de um veiculo GM Astra, com placas de Francisco Beltrão PR, estariam tentando comprar produtos com notas de R$ 100 falsa.

Durante as buscas os policiais identificaram que o veiculo seguiu sentido Manfrinópolis, quando foi abordado pela equipe.

Na busca pessoal, um menor de 17 anos estava de posse de R$ 2.600,00 em notas de R$ 100,00 e mais algumas notas de R$ 50,00, 200,00 e 2,00. Outra nota foi localizada no interior do veiculo que totalizou R$ 2.700,00.

As notas foram apresentadas em uma agencia bancaria, que comprovou a falsificação, inclusive com os números de serie repetidos.

Houve muita contradição entre os envolvidos, moradores de Francisco Beltrão PR, que chegaram a relatar que as notas eram provenientes da venda de uma motocicleta.

Com o flagrante o caso foi encaminhado a 19ª SDP de Francisco Beltrão para as providencias.

Segundo o delegado adjunto da 19ª SDP de Francisco Beltrão Ricardo Morais, o crime de moeda falsa é de competência da Policia Federal, mas por ter menores envolvidos o caso foi entregue a policia civil, que investiga o caso que posteriormente será encaminhado a PF.

Ricardo explica que um pouquinho de atenção já basta para perceber que as notas são falsificadas. O papel não é igual, e a marca d’agua destoa completamente das verdadeiras.

Quanto a informação de que um falsário vendia notas de R$ 100,00 pelo site da OLX, Ricardo disse que seguramente a policia federal de Cascavel, para onde são encaminhados os casos da região, deve estar investigando.

O falsário que se dizia ser do Piauí, vendia R$ 2.000,00 de notas falsas por R$ 200,00 depositados em sua conta e despachava via sedex pelos correios. Ele explicou ao portal G1 que os correios não conseguem identificar o dinheiro falso, pois o raio X dos correios não pega papel.

De acordo com o artigo 289 do Código Penal, falsificar, fabricar ou alterar moeda metálica ou papel moeda de curso legal no país ou no estrangeiro é crime. A pena varia de três a 12 anos de prisão e multa. Estará sujeito à mesma pena quem importar ou exportar, adquirir, vender, trocar, ceder, emprestar, guardar ou introduzir na circulação moeda falsa. Mesmo tendo recebido de boa-fé, comete crime, com pena prevista de seis meses a dois anos e multa, quem a recebe e a mantém em circulação, repassando a outros.

Fonte: Campoere.com

Compartilhar:

Veja também

Todos os direitos reservados. Campo Erê.com. 2019