São Lourenço do Oeste / Saúde - 12 de Outubro de 2017 - 09h01

​Ministério da Saúde autoriza construção da UPA 24 horas para São Lourenço do Oeste

Foto: Divulgação/Ascon

O município de São Lourenço do Oeste teve a liberação para a construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas publicada no Diário Oficial da União, pelo Ministério da Saúde, nesta segunda-feira (9), com valor da proposta em R$ 2,2 milhões. A portaria também especifica que o valor será pago em parcela única pelo Fundo Nacional de Saúde (FNS).

O prefeito de São Lourenço do Oeste, Rafael Caleffi, comemorou muito a notícia da portaria, enfatizando que o projeto da UPA 24 horas começou ainda em outubro de 2016, logo após as eleições, quando um grupo foi até Brasília para as primeiras tratativas. Desde então, o município passou pela fase de cadastramento das propostas no Sistema do Fundo Nacional de Saúde (Sismob). “Esta é a única UPA 24 horas liberada em 2017 em todo o país pelo Ministério da Saúde, estamos muito orgulhosos”, frisa o prefeito.

Conforme o secretário de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico, Rubens Ricardo Mocellin, a proposta da UPA 24 horas foi cadastrada no dia 28 de agosto e aprovada no dia 22 de setembro, com publicação no dia 9 de outubro. Mocellin é o responsável por toda a parte de processos, encaminhamento de documentos, cadastramento e atendimento dos pareceres que certificaram a proposta da UPA. O secretário explica que o próximo passo será o desembolso financeiro do Fundo Nacional de Saúde e, junto a isso, o município iniciará o processo licitatório da obra.

Estrutura

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas de São Lourenço do Oeste será a de Porte I, que prevê uma área de abrangência de no mínimo 50 mil habitantes. A obra terá aproximadamente 1,5 mil metros quadrados e será edificada em terreno onde hoje fica a garagem da prefeitura, esta que já se encontra em processo de desativação.

A obra terá área de recepção e espera para público e pacientes, área externa coberta para desembarque de ambulância, laboratório de processamento, posto de enfermagem, sala de classificação de risco, sala de eletrocardiografia, sala de exame de radiologia, sala para exames diferenciados, sala de observação, sala de urgência e emergência, entre tantos outros setores.

Obra que sai do papel

O prefeito Caleffi destaca a ajuda e empenho de todos do governo municipal e da Associação de Municípios do Noroeste de Santa Catarina (AMNoroeste), pelo projeto, e aos oito municípios que aderiram a UPA 24 horas de São Lourenço do Oeste, atingindo assim o número de 58 mil habitantes.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Compartilhar:

Veja também

Todos os direitos reservados. Campo Erê.com. 2017

DBlinks - Agência Digital Desenvolvido por: